Terça-feira, 29 de Setembro de 2020
Saúde

Covid: Os 5 sintomas mais comuns nas crianças, que diferem dos adultos

O aplicativo demonstra que 52% das crianças em idade escolar que testaram positivo para o vírus não sofreram com os sintomas típicos que mais afligem os adultos.

Publicada em 12/09/20 às 21:50h - 54 visualizações

por LIFESTYLE


Compartilhe
   

Link da Notícia:

Crianças que testam positivo para o novo coronavírus SARS-CoV-2 não manifestam a maioria dos sintomas 'clássicos' dos adultos, de acordo com dados apurados pelo aplicativo Covid Symptom Tracker. Informações provenientes do app criado pela universidade britânica King's College, em Londres, revelam os cinco principais sintomas de Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus, nos mais novos. 


O aplicativo demonstra que 52% das crianças em idade escolar que testaram positivo para o vírus não sofreram com os sintomas típicos que mais afligem os adultos. 

De acordo com Organização Mundial de Saúde (OMS) e a NHS (Sistema Nacional de Saúde Britânico) e outras entidades internacionais, os três principais sinais de infecção pelo novo coronavírus na população adulta são tosse persistente, febre e a perda de paladar e de olfato. 


Entretanto, um terço das crianças infectadas jamais manifestaram nenhum dos 20 sintomas incluídos no app, que incluíam dores musculares e confusão mental, e os especialistas sugerem assim que tal pode significar que muitos dos menores são assintomáticos. 


Ou seja, não padecem de qualquer tipo de sintomas. 


Já na semana passada o professor Tim Spector, que liderou a equipe de investigadores que criou o aplicativo, tinha avisado, em declarações ao jornal The Sun, que os pais necessitam estar em estado de alerta e vigilantes ao mandarem os filhos de volta à escola, já que muitos manifestam sintomas distintos dos adultos. 


Os dados recolhidos pelo app revelaram que o principal sintoma de Covid-19 que afeta as crianças é a fadiga. 


A informação é baseada na análise de 198 crianças que testaram positivo para o novo coronavírus SARS-CoV-2 e cerca de 15,800 testes negativos. 


Das 198 crianças infectadas 55% sofriam de fadiga acentuada. 


Dor de cabeça foi o segundo principal sintoma, com 53% de incidência; de seguida registrou-se a febre com 49% de afetados; entretanto 38% sofriam de dor de garganta e 35% de perda de apetite. 


Mais ainda, o app registrou que 15% das crianças que haviam testado positivo também apresentavam um tipo de erupção cutânea fora do normal.





ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (42)9 9909-3574

Visitas: 886206
Usuários Online: 320
Copyright (c) 2020 - Rede Nossa de Comunicação